O poder da palavra de Deus.

O poder da Palavra

Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Tg.4.7

Como resistir ao diabo pra que ele fuja? Orando, Jejuando?

R: Vamos analisar um texto Bíblico que nos mostrara a resposta

Lucas. 4. E JESUS, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão, e foi levado pelo Espírito ao deserto;
E quarenta dias foi tentado pelo diabo, e, naqueles dias, não comeu coisa alguma; e, terminados eles, teve fome.
Notem que Lucas enfatiza que Jesus estava “cheio” do Espirito Santo, e jejuando ainda.
Ele estava ali em plena comunhão com Deus e o diabo ainda assim foi tenta lo.
Só o fato de orarmos e jejuarmos, não impede a sua aproximação, e para derrota lo, você precisara da palavra de Deus para derrota lo.
Por três vezes Jesus respondeu ao diabo : Está escrito”.
Nestes últimos tempos precisamos fazer o que fez o Senhor Jesus “ Esta escrito”, recorrermos a palavra ,é a única maneira dele fugir de nós.
O texto bíblico da tentação termina dizendo: E, acabando o diabo toda a tentação, ausentou-se dele, por algum tempo. Luc.4.13
A palavra de Deus é capaz de derrota lo, você precisa usar a apalavra de Deus, é por isso que ele tem lutado para afastar o povo da palavra, por que ele sabe que não pode com a palavra de Deus.
O escritor ao Hebreus ala sobre a apalavra de Deus: “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” Hb.4.12
O Apostolo Paulo diz que ela é a espada, “Tomai, também, o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. Ef. 6.17
A igreja precisa despertar para a palavra, só ela é capaz de fazer frente ao diabo, vejam que ele não teve medo de se aproximar de Jesus “cheio” do Espirito Santo, mais quando ele abriu a boca o diabo foi derrotado, aleluia.
 


"O que a Bíblia diz sobre a fofoca?"



Resposta: A palavra hebraica traduzida como “fofoca” no Antigo Testamento é definida como “alguém que revela segredos; que age como um fofoqueiro ou traficante de escândalo." Um fofoqueiro é uma pessoa que tem informações privilegiadas sobre outras pessoas e revela essa informação àqueles que não precisam saber. A fofoca é diferente de compartilhar informações de duas maneiras:

1. Intenção. Os fofoqueiros muitas vezes têm o objetivo de se elevar ao custo de fazer com que outras pessoas se pareçam más; também exaltam-se como uma espécie de repositórios de conhecimento.

2. O tipo de informações compartilhadas. Os fofoqueiros falam dos erros e defeitos dos outros, ou revelam detalhes potencialmente embaraçosos ou vergonhosos sobre a vida alheia sem o seu conhecimento ou aprovação. Mesmo se não tiverem má intenção, ainda é fofoca.

A Bíblia nos diz que "o homem perverso instiga a contenda, e o intrigante separa os maiores amigos" (Provérbios 16:28). Muitas amizades já foram destruídas por causa de algum engano que começou com uma fofoca. Aqueles que se entregam a esse comportamento nada mais fazem além de criar confusão e causar ira e amargura, sem falar da dor, entre amigos. Triste dizer que alguns adoram isso e procuram por oportunidades de destruir outras pessoas. Quando confrontados pelo seu hábito, negam essas alegações e respondem com desculpas e racionalizações. Ao invés de admitir o erro, culpam algo ou alguém mais na tentativa de minimizar a seriedade do pecado. "A boca do tolo é a sua própria destruição, e os seus lábios um laço para a sua alma. As palavras do mexeriqueiro são como doces bocados; elas descem ao íntimo do ventre" (Provérbios 18:7-8).

O que seria então um ‘remédio’ contra o veneno da língua?
Podemos receitar duas doses para curar isso:
1º- Ignore o fofoqueiro e suas conversas, pois o que deseja é confusão.
2º- Encare a situação e tire a limpo se for algo que compromete sua moral.
Quanto mais assunto você der, mais o fofoqueiro alcança seu objetivo, por isso é bom primeiro ignorar. Se o problema persiste, então é a hora de perguntar o que acontece e de onde tira as conversas. Alguns fofoqueiros desanimarão na primeira tentativa, outros não suportarão a segunda. Ambos são fracos e covardes.
A bíblia condena a fofoca orientando para “não andarás como mexeriqueiro entre o teu povo; não atentarás contra a vida do teu próximo” (Levítico 19.16) e alerta que “o mexeriqueiro revela o segredo; portanto, não te metas com quem muito abre os lábios” (Provérbios 20.19).