O que você Escolhe?



UMA INSTRUÇÃO APARENTEMENTE SIMPLES

Enquanto os filhos de Israel esperavam para cruzar até a Terra Prometida, Moisés deixa eles com uma instrução simples: "Tenho propostas a vida e a morte, a bênção e a maldição. Agora escolha a vida para que você e seus descendentes possam viver” (Deut. 30:19). Fácil, certo? A sobrevivência é um dos instintos mais básicos do ser humano, então qual é a novidade?

UMA VIDA DE SIGNIFICADOS

Na Bíblia "escolher a vida" não é apenas ser contra a morte, mas sim viver uma vida significativa. A chave é que devemos fazer uma escolha ativa e dar um significado para as nossas vidas. Se uma vida de justiça é forçada sobre nós, não pode render as bênçãos que Deus tem para nós. A Bíblia Hebraica utiliza o verbo בחר (bahar) - “escolher” - frequentemente. Podemos inclusive argumentar que a "escolha" é a principal ação de Deus na Bíblia: Deus "escolheu" Abraão para ser o primeiro patriarca (Neemias 9:7), “escolheu” Israel para ser o seu povo (Isaías 44:1), e “escolheu” Jerusalém como sua cidade e David como seu rei (2 Crônicas 6:6). Viver uma vida de sanções divinas significa viver este ato essencial de fazer boas escolhas: "rejeitando o mal e escolhendo o bem" (Isaías 07:16).

Comentários