Pastores Divorciados das Instituições!!!


Pastores e o Divórcio das Instituições!
Bom, se tem uma coisa que mais acontece é o caso de amor entre pastor e instituição terminarem, ou seja, um divorcio.
Cansei de ver pastores beijando o escudo da igreja, declarando palavras como : " Daqui eu saio só morto", "Eu amo mais que tudo", "Aqui é minha casa" e etc.
A grande maioria depois não quer nem ver a instituição mais , e a instituição por sua vês também não quer mais.
O casamento acabou, os desgastes foram demais, no auge do relacionamento elogios de ambas as partes , grandes empreitadas, grandes momentos mais ai vem o fim do casamento.
Apontar um culpado é irracional, os dois lados erraram , nada termina quando um lado cede e pede perdão, ou recua um pouco.
Agora dos dos dois lados nada do que foi feiro vale mais. A instituição não presta mais para o pastor e o pastor não presta mais para a instituição, de anjo a demônio da noite para o dia?
Bom, eu passei por isso , sei do que estou escrevendo, e acredito que a instituição não pode pagar pelo erro de uma administração e de uma liderança especifica, nem sempre o Egito foi um lugar ruim, uma hora o Egito é bom com José, outra hora o povo esta escravizado, não podemos generalizar.
As razões deste divorcio pelo estudo que fiz em todos os aspectos é que quando você começa a crescer na instituição você passa a chamar a atenção e ai você começa a incomodar muita gente que gosta do poder . O outro problema é você deixar o pastorado e começar a se envolver também com isso com a politica suja eclesiástica.
As guerras entre ministros nas convenções começam , e isso enfraquece o pastorado, debilitado você estará sujeito a outras fraquezas .
E ai você não tem mais na liderança amigos de verdade, por que você sabe que se abrir eles vão acabar com você. As brigas vão aumentado e vão ficando mais feias, palavras ríspidas de todos os lados, e em alguns casos até agressão físicas acontecem , e por fim, acabou o amor com a instituição e pastor.
O rebanho como filhos do casal observam isso de longe, alguns tomam partidos outros não , alguns acompanham o pai, outros querem ficar com a mãe , mas tem filhos que de tão desgostosos ficam em cima do muro.
Nestas horas o mundo da exemplo na igreja, quantas brigas no mundo tem a turma do deixa disso, aconselhadores, mas infelizmente membros e obreiros entram na briga e incentivam o ódio querem "briga", "briga".
É muito difícil esse casamento voltar a ser o que era , as marcas estão para todos os lados, divorciados, cada um segue sua vida. O pai acha outro amor, a mãe também acha um padrasto pra seguir a vida.
Agora o padrasto é o melhor pai do mundo, e a nova mãe a melhor mulher do mundo, e inconscientemente tanto um como o outro ainda fazem algo para atacar de alguma forma o outro.
Centenas de casos de pastores terminaram assim, e segue a mesma sina sempre. Por isso eu fico com o pé atras com muitas juras de amor demais com instituição e também quando a instituição " Endeusa" o líder, normalmente sabemos como acaba.
Mas ambos os lados se usaram e foram usados, ambos os lados erraram e acertaram, não foi imprestável uma vida inteira. Por isso acho que o respeito cabe bem para ambos, a instituição respeitar quem muito fez, e o pastor respeitar o que recebeu de apoio e ajuda enquanto esteve la. Só assim ambos vão seguir a vida bem . Se não fizerem isso vão se divorciar de novo, a instituição vai errar de novo e o pastor vai errar de novo no novo casamento. Maturidade, Consciência e Espiritualidade. E por favor deixem os filhos fora da briga, não é bom verem isso, por que eles vão reproduzir isso na vida..... Pastor Aniel Cruz

Comentários